Logomarca BCB

Cadastro de instituições (endereço, diretores, redes de agência, dados do conglomerado, carteiras, tarifas, etc.)

 

Para melhor utilização e interpretação das informações contábeis e cadastrais das instituições integrantes do Sistema Financeiro Nacional, esclarecemos:

  1. O teor das informações é de responsabilidade das instituições financeiras e a sua inexatidão sujeita-as às penalidades previstas em lei;
  2. Eventuais diferenças observadas entre os saldos dos balancetes/balanços publicados pela imprensa, daqueles aqui apresentados, podem ocorrer em virtude de diferenças de critérios utilizados para aglutinação ou segregação de contas, bem como regras que interferem exclusivamente na publicação
  3. As informações ora disponíveis podem ser eventualmente alteradas por solicitação das instituições informantes, que deverão, para tanto, prestar amplos esclarecimentos e justificativas para a troca dos documentos, ou por determinação do Banco Central, conforme prevê o Plano Contábil das Instituições do Sistema Financeiro Nacional – COSIF;
  4. Os saldos contábeis podem eventualmente apresentar diferenças de uma unidade, em módulo (-1 ou +1), provenientes de arredondamentos resultantes da conversão dos dados originais para milhares de reais;
  5. Em caso de instituições com agências no exterior, as informações por segmento têm por base os documentos consolidados (país + exterior).
  6. As demonstrações contábeis das instituições que compõem o Sistema Financeiro Nacional evidenciam o Realizável a longo prazo e o Exigível a longo prazo somente nos trimestres civis, ou seja, março, junho, setembro e dezembro. Dessa forma, as colunas 2 (até 90 dias) e 3 (acima de 90 dias) só serão preenchidas nessas datas-base, sendo que a coluna 1 é a soma das outras duas, exceção feita ao documento do conglomerado que a coluna 1 é o somatório das instituições do conglomerado, a coluna 2 são os ajustes e a coluna 3 é o consolidado.